Notícias

Ibovespa tem 3º queda seguida na semana e volta à casa dos 99 mil pontos

Por
Voltar

Nesta terça-feira (27), o Ibovespa fechou em queda e acabou perdendo o patamar dos 100 mil pontos, com bastante pressão dos papéis bancários.

Com isso, o pregão de hoje, que abriu o dia no patamar de 101 mil pontos, encerrou em queda de 1,40%, aos 99.606 pontos.

Entretanto, não foi apenas a Bolsa brasileira que acumulou resultados negativos nesta terça.

O mercado internacional também passou por fortes oscilações e acabou encerrando as negociações em queda, como o índice Dow Jones, que teve queda de 0,8%. Já o Nasdaq acabou tendo valorização de 0,64%.

No Brasil, o Santander foi um dos grandes destaques de queda do dia. Começando o dia em alta após a divulgação do lucro líquido, acabou sucumbindo à pressão da Bolsa.



Baixe gratuitamente o nosso simulador de investimentos



Movimentação das ações

Diante da cotação de hoje, algumas ações acabaram ganhando destaque, como:

Cosan (CSAN3): 2,81%;

Localiza On (RENT3): 2,67%;

Gerdau (GGBR4): 2,39%.

Já entre as ações mais prejudicadas desta terça-feira, destacam-se:

Embraer (EMBR3): -6,25%

Santander (SANB11): -4,73%

B3 (B3SA3): -4,06%

Dólar

A moeda americana acabou sofrendo com a alta na cotação de hoje, chegando ao patamar de R$ 5,682. Isso representa um índice de 1,25% de aumento..

Já para compra efetiva da moeda, o dólar poderia ser encontrado no mercado pelo valor de R$ 5,682.

Juros futuros

Enquanto isso, no mercado de juros futuros tivemos a seguinte cotação:

DI para janeiro de 2022: crescimento de oito pontos base, marcando 3,47%;

DI para janeiro de 2023: alta de treze pontos base, marcando 4,97%;

DI para janeiro de 2025: avanço de treze pontos base, marcando 6,70%.



Aprenda a operar opções com o nosso treinamento Invista em Opções



Calculadora de IR